O seu trabalho reconhecido pelo público.
Facebook Instagram Wordpress
Notícias

Notícias

DeCastro 6 anos: o céu não é o limite

DeCastro 6 anos: o céu não é o limite

Em comemoração ao aniversário da empresa, nossa diretora fala sobre o caminho para chegar até aqui e as perspectivas para o futuro


Novembro de 2015 – Em novembro a DeCastro comemora seis anos de vida e para comemorar essas data tão especial e significativa nós trazemos uma entrevista com a diretora da empresa, Lia Castro.

1- No primeiro ano da DeCastro, qual era o seu principal desafio?

No primeiro ano da DeCastro o principal desafio era fazer com que uma cidade do interior como Piracicaba, com empresários que estavam acostumados a usar a mídia de uma forma muito tradicional, entendessem como funciona uma assessoria de impresa e os resultados que ela poderia trazer. Então, nosso desafio inicial foi inserir a cultura de assessoria de imprensa entre os empresários da cidade, o que foi facilmente realizado, através de cases de sucesso dos nossos resultados. Aos poucos, as empresas puderam visualizar o quanto a assessoria poderia trazer de visibilidade, abrangência, consolidação no público desejado e construção da imagem da marca.

2- De lá pra cá, esse cenário mudou ou as barreiras ainda são as mesmas?

Não, esse cenário inicial mudou e hoje nós temos novas barreiras. Na verdade, o cenário mudou e a DeCastro também mudou. O que a gente vive hoje na parte de mídias foi obtido através de uma construção. Hoje temos três principais desafios na DeCastro. O primeiro é conseguir conciliar todas as novidades que surgem diariamente no âmbito do marketing digital e das redes sociais com a comunicação tradicional, que ainda é eficiente, que ainda deve ser feita. O segundo desafio, que a gente se coloca todos os dias, é trabalhar com o máximo de qualidade e transparência com o cliente. O cliente, quando contrata a DeCastro, tem a certeza de que está contratando uma empresa que vai entregar o que tem de mais novo, de mais correto, com transparência em relação aos resultados, com maior qualidade no conteúdo, tecnologia e criatividade no mercado. E o último desafio é a gente fazer tudo isso, pensar no retorno para o cliente, e apesar de ter um trabalho que tem uma demanda gigante todos os dias, continuar fazendo isso com muito amor, com muita paixão pelo que a gente faz.

3- Depois de 6 anos, o que você espera para o futuro da empresa?

Nós conseguimos bastante coisa durante esses 6 anos. A empresa deixou de ser uma empresa local e hoje ela atende clientes dos mais diversos lugares do país. Temos além da unidade de Piracicaba, nossa sede, profissionais e unidades em Sorocaba e em Itapetininga, e a intenção é que a gente consiga colocar novas unidades em outros lugares do país, já que nós já temos clientes nessas outras cidades. Nosso trabalho, por ser a maior parte digital, não exige que estejamos presencialmente todos os dias com o cliente e, por isso, podemos atender empresas de todo o Brasil, sem nos importarmos com a distância. O principal entre os nossos objetivos é a comunicação. É conseguir alcançar os objetivos e os resultados para os nossos clientes através de soluções de comunicação. Com isso, a nossa expectativa é crescer e ajudar cada vez mais empresas nesse sentido.

4- Você acha que nesses 6 anos o reconhecimento, a visibilidade e a importância das mídias sociais e marketing de conteúdo para as marcas e empresas mudou?

O grande avanço do reconhecimento da importância das mídias sociais é que agora elas estão intimamente ligadas ao marketing de conteúdo. As pessoas conseguem entender que as redes sociais não foram feitas para serem usadas como outdoor, como uma exposição de produtos ou como vitrine. Elas já conseguem identificar que as redes sociais tem que ser trabalhadas com conteúdo dirigido, conteúdo de interesse para o seu público alvo e que faça com que o seu público seja um defensor da sua marca e esteja sendo direcionado dia a dia para uma possível compra. A partir do momento que as pessoas começaram a entender como usar o marketing de conteúdo dentro da gestão de redes sociais a possibilidade de venda através delas ficou mais clara. Então muitas pessoas que antes usavam o discurso de que as mídias são úteis apenas para exposição da marca e que ninguém vende através delas, hoje, através do marketing de conteúdo, entendem que não é assim. Hoje as redes sociais são usadas de fato para consolidação da marca, para penetração no público alvo, para vendas, para construção de uma imagem, tornando possível, através dessas duas ferramentas unidas, atingir o consumidor como um todo, solucionando seus problemas e exaltando os diferencias da marca. As grandes marcas puxam as tendências quando se fala em redes sociais e o que está se vendo hoje é uma interligação entre as mais diversas plataformas de redes sociais para fortalecer a marca. Então, dizer que quer ter só o Facebook ou só o Instagram não faz muito sentido sem que você tenha um argumento que se baseie em mensuração e monitoramento. O fato é que com as mensurações não há mais espaço para o achismo, o que é muito bom, pois se torna uma forma de divulgação mais exata e certeira.